Início » Onde Investir Meu Dinheiro Em 2022?

Onde Investir Meu Dinheiro Em 2022?

por Guto Campos
Onde Investir Meu Dinheiro

Todo mundo passa por isso e comigo não seria diferente.

Quando comecei ganhar dinheiro com vendas on-line, lembro que a primeira coisa que aumentou não foi a minha conta bancária.

Mas sim o peso na balança!

E nada mais normal, afinal, quando temos um dinheiro sobrando passamos a comer melhor, sair mais, beber mais, e por aí vai.

Lembro que uma das minhas alegrias era almoçar todo dia em um restaurante de comida mineira, com muito bacon, torresmo, costelinha, sobremesas e um valor bem caro por pessoa.

E aos poucos o que começou com um gasto a mais na alimentação, pulou para um gasto a mais com roupas, uma troca de automóvel e tantas outras coisas que pareciam inalcançáveis…

E conforme ganhava mais dinheiro, meus gastos também aumentavam, não sobrando nada no final do mês.

Calma, não estou falando para pegar tudo o que você está ganhando, colocar debaixo do colchão e seguir com a vida que tinha antes.

Mas também não recomendo gastar todo o seu dinheiro como se não houvesse amanhã.

O que eu quero dizer é que: imprevistos acontecem e você deve estar preparado para isso!

Um exemplo disso é a recente pandemia.

Muitas lojas ganharam dinheiro com isso, mas tantas outras infelizmente quebraram.

E o que aconteceu com a pessoa que ganhava muito dinheiro antes da pandemia, mas gastava tudo e não tinha um real guardado?

A resposta você já sabe né… são contas que não param de chegar e dívidas e mais dívidas que se acumulam ao longo dos meses.

Ou seja, tão importante quanto saber ganhar dinheiro é saber onde investir o seu dinheiro!


Pensando nisso, a partir de hoje estarei compartilhando com você minha experiência com os investimentos.

Assim consigo te ajudar não somente a ganhar dinheiro com internet, como também a multiplicar mais rapidamente seu capital.

Alcançando assim a tão sonhada independência financeira.

E mesmo que você já tenha experiência com investimentos ou não queira saber sobre esse assunto, fique tranquilo que a programação sobre “ganhar dinheiro com internet” continuará a mesma por aqui.

A parte de investimento é apenas um conteúdo extra que estarei compartilhando, baseado em meus estudos e experiência adquirida ao longo desses anos.

Agora, chega de introdução e vamos para o primeiro tópico.

Cuidado com a ganância!

Cuidado com a ganância!

Sim, a ganância é o maior obstáculo do investidor iniciante.

O investidor ganancioso erra ao se apegar ao histórico de ganho e a perder tudo na queda, com a esperança de voltar a ganhar na reversão.

Isso porque quem começa geralmente segue os famosos “só perde quem vende” ou “se cair eu compro mais” …

Mas não é bem assim que funciona!!!

Aliás, eu mesmo já fui um desses.

Quando comecei a investir meu dinheiro lá pelo ano de 2004, iniciei colocando tudo que sobrava em fundos de investimentos.

Olhava o fundo, avaliava o histórico de 12 meses e aplicava tudo o que me sobrava mensalmente, torcendo para subir.

Mas… com o passar dos meses o lucro dos fundos já não me fazia feliz, eu olhava os gráficos da Bolsa de Valores e pensava, por que não comprar e vender ações?

Basta usar a mesma estratégia, não é mesmo?

Talvez por sorte de principiante, quando entrei no Ibovespa acabei pegando somente alta, até que chegou à crise financeira de 2008.

E sabe o que aconteceu?

Não, eu não perdi tudo, aliás, tive lucro na queda também. Isso porque, eu já tinha uma boa ideia do que estava fazendo.

Mas, e se eu estivesse acabado de começar a investir e com todo o meu capital aplicado em fundos de ações com 30, 60, 90 dias para resgate?

Ou se estivesse comprado em diversos ativos, sem “stop” algum?

Quedas diárias de 2008, da maior para a “menor”:

Data Fechamento
12/10/2008-11,39%
22/10/2008-10,18%
29/09/2008-9,29%
11/11/2008-7,75%
15/09/2008-7,58%
02/10/2008-7,35%

Sim, com certeza eu poderia ter perdido facilmente tudo que eu tinha ganhado. Pois infelizmente, essa foi a realidade de muitos.

E ainda hoje vejo isso acontecer com quem começa a investir, pois há muita gente querendo ficar rico de um dia para o outro com Ibovespa, mesmo sem ter ideia alguma do que está fazendo, apenas contando com a sorte.

Então, antes de sair por aí aplicando o seu suado dinheirinho é bom estar por dentro das notícias mundiais e do mercado financeiro e principalmente dos principais investimentos disponíveis.

E somente depois de toda essa análise e estudo de mercado, daí sim você aplica seu capital com segurança.

Pensando sempre na consistência dos ganhos e não em ganhos exorbitantes de momento.

Quais os principais tipos de investimentos?

Quais os principais tipos de investimentos?

Começando pelo começo, irei te apresentar os principais investimentos disponíveis no mercado para investir o seu dinheiro.

E tem para todo tipo de perfil e objetivo, como por exemplo:

  • Aumento da renda mensal.
  • Ampliação de patrimônio ao longo prazo.
  • Reserva de emergência.
  • Aposentadoria.

E com tantas opções disponíveis é muito comum ver o investidor iniciante optando pelo mais simples, como é o caso da poupança.

Que nem de longe é o mais lucrativo.

Mas, quando você está por dentro das opções disponíveis, fica muito mais fácil escolher qual tipo de investimento se encaixa no seu perfil.

E diversificando a sua carteira, você consegue se proteger das variações do mercado, além de alcançar excelentes lucros no curto, médio ou longo prazo.

Abaixo, vou te mostrar de forma resumida os principais tipos de investimentos.

Ações

Uma ação nada mais é que uma pequena parte de uma empresa, ou seja, quanto você compra uma ação você se torna sócio dessa empresa.

E sendo sócio você passa a ter alguns benefícios, como por exemplo:

  • Direito de voto nas assembleias, caso a sua ação tenha o código (ON).
  • Receber parte dos lucros dessa empresa, o famoso Dividendo, caso ela opte por fazer isso.
  • E o principal, vender a sua parte da empresa, caso ela tenha liquidez de mercado.

Viu como eu falei “caso” em todos os benefícios?

Pois é meu amigo, ao investir seu dinheiro em uma ação é preciso que você já tenha em mente qual é o seu objetivo com ela, afinal, existem diferenças significativas entre elas.

Além de diversas maneiras de lidar com a ação comprada, entre elas destacam-se:

Day Trade

Como o nome já diz, são transações realizadas no mesmo dia (compra e venda).

Aqui fica de lado toda a parte fundamentalista da empresa, sendo usada apenas a análise técnica / gráfica para tomada de decisão, geralmente no tempo gráfico de 1, 5 e 15 minutos.

Exemplificando de uma forma mais simples possível: em um mercado que está em alta, você compra no começo do dia e vende no fim da tarde por um preço maior, a diferença do valor pago e vendido é o seu lucro.

Mas, você também consegue investir seu dinheiro com um mercado em queda!

Ou seja, você empresta a ação do doador no começo do dia, vende ela, no fim da tarde compra essa mesma ação novamente (por um preço menor que vendeu de manhã), então devolve essa ação para o doador e essa diferença também é seu lucro.

Pareceu confuso? Calma que irei explicar cada detalhe em um novo artigo.

Minha intenção hoje é só dar uma geral no assunto, afinal, são muitos detalhes para te contar… vamos para o próximo.

Swing Trade

Investindo em Ações

No Day Trade é preciso “ficar grudado” nos gráficos durante o horário de funcionamento da Ibovespa (que abre às 10h e tem seu fechamento às 17h) para não perder as oportunidades.

Já no Swing Trade é possível ter uma vida normal durante o dia mesmo negociando na Bolsa de Valores.

Essa opção é uma das preferidas por investidores que trabalham com outras coisas durante o dia, mas ainda assim ganham dinheiro com a compra e venda de ações.

No Swing Trade a análise é semelhante ao do Day Trade, mas ao invés de se basear no gráfico de 1, 5 e 15 minutos, utilizamos o gráfico de 60 minutos, diário e semanal.

Já as ordens (compra/venda) são realizadas em alguns dias ou até mesmo semanas.

Outra vantagem de investir no Swing Trade é que você pode analisar as ações desejadas fora do horário do pregão, deixando sua estratégia programada, com o preço que deseja comprar e vender, ganhando tempo e dinheiro.

Longo prazo

E por último o Longo Prazo, aquela opção onde é só comprar o papel e esquecer…

Calma, que também não é bem assim.

No Longo Prazo, diferente da Análise Técnica é realizada a Análise Fundamentalista, é aqui que o bicho pega.

Nessa análise é avaliada toda saúde financeira da empresa, além do cenário econômico, histórico e potencial de crescimento no longo prazo.

Ao final dessas e de outras análises, é decidido se é interessante comprar ou não ações daquela empresa.

Muitas corretoras disponibilizam a sua “Carteira Recomendada” mensalmente.

Nessas carteiras, elas listam todos os ativos em que acreditam ser lucrativo para o longo prazo.

PrósContras
Possibilidade de Alto RetornoAlto risco
Velocidade para saída e entradaNão compensa o esforço dedicado para quantias baixas

Fundos de Investimento

Ou seja, enquanto que no mercado acionário você é responsável pelas análises, decisões de compra e de venda, no Fundo de Investimento isso tudo fica por conta do gestor.

Para isso, haverá o pagamento de uma pequena taxa anual de administração, as vezes de performance e saída também.

Resumindo, você compra uma cota do fundo desejado e passa a lucrar com a sua performance.

Entre os fundos de investimentos disponíveis, é possível destacar:

  • Fundos de Renda Fixa
  • Fundos de Ações
  • Fundos de Índice
  • Fundos Imobiliários
  • Fundos de Ouro
  • Fundos Cambiais
  • Fundos Internacionais
  • Fundos Multimercado
  • Fundos de Criptomoedas

Fique tranquilo, em breve estarei postando um artigo exclusivo para cada um deles!

Vamos as vantagens e desvantagens dessa opção de investimento.

Prós Contras
Facilidade e praticidade Há cobrança de taxas de administração
Riscos menores
Diluição de custos

Títulos Públicos

São ativos de renda fixa emitidos pelo Tesouro Nacional.

É como se você emprestasse seu dinheiro a União (Governo), para financiarem suas atividades: saúde, educação, etc., além de tentar estabilizar a política monetária do país (controle da quantidade de moeda circulante na economia) e em troca, você recebe juros sobre o valor emprestado.

É uma opção segura “emprestar” dinheiro ao Governo Brasileiro, diferentemente do que muitos pensam que pode haver alto risco.

A projeção da rentabilidade que você tem acesso no momento de compra do título só será certa se você permanecer com os papéis até o fim de se seu vencimento.

Se você pretende utilizar o capital antes do vencimento, essa aplicação deixa de ser viável.

Prós Contras
Investimento com retorno seguroÉ cobrado taxa de custódia
Ideal para retirada a médio-prazoÉ preciso cumprir o contrato para garantir a remuneração total
Liquidez diária

LCI e LCA

Esses dois tipos de investimentos são bem parecidos, cabendo ao investidor simplesmente optar pelo que tiver maior lucratividade.

LCI significa Letra de Crédito Imobiliário.

Basicamente é um título de renda fixa baseado no crédito imobiliário, ou seja, você empresta dinheiro para uma instituição financeira que visa direcionar esse valor a financiamento de imóveis.

LCA significa Letras de Créditos do Agronegócio.

Esses títulos são voltados ao setor agrícola, onde o valor que você empresta para uma instituição financeira é direcionado a este segmento.

Prós Contras
São investimentos com retorno seguro Na Pessoa Jurídica possui Imposto de Renda
Rendimentos superiores ao da poupança Prazo de permanência mínima de 90 dias
Não existe cobrança de IR para pessoas físicas
Garantia até o limite de R$250 mil por CPF

CDB e RDB

CDB significa Certificado de Depósito Bancário e RDB significa Recibo de Depósito Bancário.

Ambos se caracterizam como modalidades de renda fixa.

Nessa modalidade, o investidor pode emprestar seu dinheiro ao banco e em troca recebe taxas de juros, como fazem os títulos vendidos por empresas privadas e pelo governo federal.

Nessas modalidades há a cobrança de Imposto de Renda, na forma regressiva, ou seja, quanto mais tempo você ficar na aplicação, menor será sua alíquota.

No CDB é possível negociar o tempo de permanência, porém haverá a perda de rentabilidade.

No RDB é inegociável essa saída e também intransferível, ou seja, é uma aplicação muito mais rígida e há cobrança de IOF nos primeiros 30 dias.

Prós Contras
Investimento de baixo riscoCobrança de Imposto de Renda e IOF
Garantia até o limite de R$250 mil por CPFRendimento baixo se tirado antes do prazo
RDB não disponibiliza liquidez e é indicado para longo-prazo

Debêntures

Esse palavrão “debêntures” nada mais é do que títulos emitidos por empresas.

O objetivo da debênture é de captação de recursos de médio e longo prazo para sociedades anônimas.

O investidor compra os títulos, emprestando o dinheiro às companhias, recebendo juros sobre o valor investido.

O investidor pode ficar com o título até que ele seja reembolsado totalmente, há a possibilidade de converter as debêntures em ações da empresa, ou ainda pode vendê-lo antes, repassando a outra pessoa.

O prazo desses títulos é variável, mas podemos dizer que quanto maior o prazo, maiores as taxas de juros.

O grande problema de investir em debêntures são os riscos que estão associados a estes produtos.

Pois, a empresa pela qual você está adquirindo a compra dos títulos, não pode ser responsabilizada pelas promessas feitas no momento da compra.

Tentando diminuir este tipo de risco, as agências de risco como S&P, Moody, entre outras, avaliam e dão notas para essas empresas, funcionando como um indicativo da garantia de recebimento.

Prós Contras
Lucro maior se comparado com o rendimento dos títulos públicosAplicações não cobertas pelo Fundo Garantidor de Crédito
Há um risco maior do que os títulos emitidos pelo governo federal
Baixa liquidez

Caderneta de Poupança

Caderneta de Poupança

A poupança é uma aplicação de fácil acesso a todos, popular e tradicional no Brasil, mas ainda está longe de ser um investimento atraente em termos de ganhos.

Por falta de conhecimento, é o único investimento conhecido por muitos brasileiros, principalmente os de renda mais baixa.

Contudo, a caderneta de poupança ainda possui alguns benefícios como:

  • Também disponível para menores de idade.
  • É coberta pelo Fundo Garantidor de Crédito.
  • Não possui valor mínimo de aplicação.

Mas não se iluda, com uma inflação alta, seu rendimento ficará nulo facilmente.

E por isso que farei muito mais outros posts com conteúdo informativo sobre investimento.

Quero te alertar, te ensinar e te fazer enxergar possibilidades bem mais lucrativas para guardar e investir seu capital.

Outro ponto negativo de deixar seu rico dinheirinho em caderneta de poupança é que ela associada ao momento em que o rendimento do investimento é debitado na conta.

Ou seja, quando o valor determinado é investido, você recebe uma “etiqueta” com a data do depósito e o valor da aplicação, então o pagamento dos juros ocorre somente após 30 dias.

É uma espécie de carência que você tem que cumprir para receber a remuneração de seu investimento.

E o que muitos não sabem é que, se sacar o valor antes do prazo de compensação, ocorre a nulidade do rendimento.

Ficando você sem lucro algum, mesmo pelos dias do seu capital ter ficado parado em uma caderneta de poupança.

Prós Contra
Facilidade de investir Carência de 30 dias
Permitido para menores de 18 anos Lucros baixo ou até mesmo nulo em períodos de alta inflação
Investimento seguro
Sem limite de valor mínimo de aplicação

Previdência Privada

A previdência privada é uma opção de investimento para quem pensa a muito longo prazo.

É uma forma de aumentar os rendimentos pensando lá na aposentadoria ou acumular valores para projetos futuros.

Os planos de previdência são simplesmente fundos de investimento, que normalmente são mais conservadores.

Há duas modalidades para investir seu dinheiro, sendo elas:

PGBL que significa (Plano Gerador de Benefício Livre).

Essa modalidade é classificada como uma previdência complementar, sendo indicado a pessoas que fazem a declaração de imposto de renda de forma completa.

Podendo assim, deduzir seus aportes até o limite de 12% da sua renda anual.

E o VGBL que significa (Vida Gerador de Benefício Livre).

Sua classificação é de um seguro pessoal, sendo uma opção de previdência privada bem utilizada por quem declara o Imposto de Renda pelo modelo simplificado.

Investimento baseado em estratégia tributária a longo prazo.

Desejando assim, investir mais do que 12% da renda bruta anual tributável, pretendendo sempre o maior rendimento do seu dinheiro.

Prós Contra
Fundos de Previdência Privada não fecham para captação Resgate somente de 60 a 60 dias
Ausência de come-cotas Há cobranças de taxas de administração e carregamento
Possibilidade de transição
Na modalidade PGBL, isenção de até 12% da renda anual tributável
fundos de gestoras consagradas a um valor inicial mais baixo
Em caso de falecimento do portador, o investimento é transferido aos beneficiários

Renda Fixa vs Renda Variável

A renda fixa é um investimento com poucos riscos e recomendado para o investidor com perfil mais conservador.

Sendo classificada como pré e pós-fixada.

Na pré-fixada, o valor dos rendimentos é informado no momento em que se realiza a aplicação, ou seja, você já saberá quais são seus lucros, logo no ato da aquisição.

No pós-fixados, esse valor dos juros somente será revelado no momento do resgate, pois poderá ser indexada em diversas fontes de variação por ex.: SELIC, CDI, CDB.

Os investimentos de renda fixa são:

  • Caderneta de Poupança
  • Títulos Públicos
  • Certificados de Depósito Bancário (CDB)
  • Letras de Crédito Imobiliário (LCI)
  • Letras de Crédito do Agronegócio (LCA)
  • Fundos de Renda Fixa
  • Debêntures

A Renda Variável, é o tipo de investimento em que a remuneração ou base de cálculo não será conhecida no momento da aplicação, pois dependerá das condições do mercado.

Ou seja, é mais arriscada e se torna então um investimento mais recomendado para investidores com perfil arrojado.

Exemplos conhecidos deste tipo de investimento são: Ações e Fundos imobiliários.

Qual melhor investimento para você?

O melhor investimento para você é o que está fazendo agora mesmo, adquirindo conhecimento que pode garantir a tranquilidade de sua vida financeira.

Conhecimento ninguém nos tira e mesmo que não utilize no agora, em algum momento da sua vida o conhecimento adquirido fará presente em alguma situação.

E independentemente de qual área for, é sempre bom estar preparado para as oportunidades e eventualidades da vida, pois essa é como um jogo, na qual não podemos dar replay.

Então, para definir qual melhor investimento para você é preciso antes descobrir qual é o seu perfil.

Quais o perfil dos investidores?

Temos 3 tipos de perfis de investidores, que são: Conservador, Moderado ou Arrojado / Agressivo.

Conservador

É aquele perfil de pessoa que tem medo e uma forte repulsa ao risco de perder, preferindo aplicações seguras e abrindo um pouco mão da lucratividade.

Moderado

É um meio termo entre os extremos (conservador e arrojado). Os investidores desse perfil, possui uma tolerância ao risco um pouco maior.

Arrojado / Agressivo

Estão dispostos a correr maiores riscos e também buscam maiores ganhos.

Após identificar seu perfil, você consegue ter a noção de onde investir seu capital de acordo com o seu objetivo.

Para você entender de uma forma mais fácil, vou te dar uma dica:

Caso queira investir seu dinheiro para criar uma reserva de emergência, uma carteira de alto risco não é adequado para você, afinal, não dá para contar com o valor investido.

Agora, se não vai precisar do dinheiro no curto prazo, talvez seu investimento pode ser mais agressivo.

Onde investir meu dinheiro em 2022?

Onde Investir Meu Dinheiro Em 2022

Por ser um ano de eleição, muitos acham que é impossível ganhar dinheiro com investimentos.

Mas saiba que, sempre há quem esteja ganhando e perdendo no mercado financeiro.

Para investir seu dinheiro em 2022 é preciso ter atenção redobrada, pois é ano de eleição e os investidores costumam ‘puxarem o freio’, causando diversas reações no mercado financeiro.

Ao meu ver… nem sempre isso é negativo, pelo contrário…

A movimentação do mercado garante excelentes rendimentos a diversos investidores.

É exatamente nas muitas quedas que vemos da Ibovespa, que há diversos investidores ganhando dinheiro e posso afirmar que é MUITO DINHEIRO.

Tendo o foco em investimentos e principalmente em rendimentos (lucratividade), temos que entender e levar em consideração que em todas as eleições passadas, o mercado financeiro passou por essas oscilações.

E normalmente essas movimentações são negativas em período eleitoral, independentemente dos candidatos à presidência.

Isso porque, o futuro do Brasil se torna incerto ao mercado financeiro e os investidores estrangeiros ficam receosos em aplicar o seu dinheiro em nosso país.

Contudo, mantenha-se calmo, esteja atento às informações e aproveite as oportunidades do mercado.

Visto que após o período de eleições, a tendência histórica é que o mercado financeiro se recupere.

Sabendo que 2022 será o ano cheio de incertezas, mas também de muitas oportunidades de investimento, esteja atento e não aja de forma afobada.

Com esta volatilidade e incertezas política, os investimentos em ativos chamados de hedge podem ser uma tentativa para redução dos riscos.

Papéis atrelados à inflação e diversificação geográfica também fazem parte da estratégia de muitos investidores.

É esperado ainda uma alta valorização do dólar frente ao real e com a moeda americana valorizada, vejo uma oportunidade em investir em moeda estrangeira.

Com a possibilidade de nova safra recorde, os ativos ligados ao agronegócio se tornam interessante como uma opção de investimento.

Como investir seu dinheiro em commodities

E isso favorece os investimentos em commodities, já que os produtos agrícolas e pecuários têm a sua cotação atrelada à moeda estrangeira.

A renda fixa também se torna uma opção atrativa para alguns investidores, principalmente a fundos expostos à renda fixa dolarizada.

Como investir seu dinheiro no Exterior

Posso falar que também podemos pensar em investir fora do país.

Ter investimentos de empresas como: Tesla (TSLA34), Facebook (FBOK34), Amazon (AMZO34), Nike (NIKE34), Disney (DISB34), Mercado Livre (MELI34), Alibaba (BABA34), entre muitas outras, não é nada mal.

E para isso, quero que saiba que nem é preciso mais ter que abrir uma conta em uma corretora no exterior.

Você pode investir parte de nosso patrimônio no exterior, sem ter que fazer remessas internacionais e pagar IOF, tudo isso através das BDRs e ETFs.

Por que investir seu dinheiro em BDRs de ETFs?

  • Acesso fácil aos ETFs estrangeiros sem pagamento de taxas relacionadas à remessa de recursos para o exterior;
  • Diversificação de investimentos em ativos locais e estrangeiros;
  • As operações são realizadas no Brasil e a liquidação é feita em reais, mesmo que o investidor fique exposto às variações de preços de um ativo estrangeiro.

Por que não investir seu dinheiro em BDRs de ETFs?

  • Os BDRs de ETFs são ativos de renda variável.
  • Se você efetuou uma venda com lucro, precisa pagar imposto, independentemente do montante financeiro vendido.⁠
  • Os riscos são maiores ao investidor, que deve estudar muito bem antes de comprá-los;
  • A negociação das BDRs de ETFs dependerá da liquidez de cada ativo;
  • Há cobranças de taxas de corretagem no momento da compra e da venda, variando de acordo com cada corretora.
  • Podendo ainda haver ou não, taxas de custódia.

Mediante a isso, é preciso estar atento a liquidez dos papéis adquiridos e também tempo de contrato, pois isso influencia muito caso veja alguma reação do mercado e queira “saltar” fora antes de ter perdas.

Como começar a investir?

Como começar a investir?

Antes de investir o seu dinheiro, te aconselho primeiramente a fazer um planejamento financeiro.

Ele se fará necessário para definir a saúde da sua vida financeira.

É preciso cobrir desde o controle orçamentário das despesas do seu dia-a-dia, tendo um fundo de reserva de pelo menos 6 meses e definindo de forma clara se seus objetivos são a curto, médio e longo prazo.

Se você não consegue fazer isso sozinho ou se sente inseguro, saiba que pode contar com especialistas de investimentos dos bancos e corretoras.

Agentes Autônomos de Investimentos também poderão te ajudar com aspectos importantes como o planejamento financeiro, patrimonial e sucessório.

Já sabendo seu perfil de investidor, saberá de forma segura onde aplicar o seu capital, garantindo assim mais tranquilidade para traçar uma estratégia realista e manter o foco para rentabilizar o máximo possível.

Daí você me pergunta:

Qual é a melhor corretora para investir o meu dinheiro?

Segue abaixo 3 exemplos de corretoras que eu considero grandes no Brasil.

XP Investimentos

A XP Investimentos foi fundada em 2001 e é a maior corretora independente do Brasil.

Na XP Investimentos não há cobranças de taxas para abertura e manutenção de contas, custódia de bolsa, renda fixa e COE.

Ela trabalha com taxa de corretagem nas operações, mas oferece taxa zero em diversos produtos de investimentos e serviços.

A taxa de custódia da XP Investimentos para Tesouro Direto é cobrada semestralmente (em janeiro ou em julho), no pagamento de juros, na venda ou no encerramento da posição do investidor.

Essa corretora oferece uma diversidade grande nas opções de investimento, suas plataformas são modernas e há ferramentas para acompanhar e auxiliar investidores novos ou experientes.

RICO

Sua fundação foi no ano de 2011, mesmo não sendo tão antiga, seus fundadores possuem bastante experiência no mercado financeiro, fazendo parte do grupo XP Inc.

As categorias da Rico Investimentos que mais se destacaram foram:

Facilidade para começar a investir: Talvez o motivo principal, devido ao sucesso dos Fundos DNA, facilitadores para quem quer começar e não tem tempo de acompanhar o mercado diariamente ou também que não conhece muito sobre o assunto.

Facilidade de uso: Sua plataforma é moderna e simples de navegar, e é reconhecida pela alta tecnologia e soluções digitais que apresenta a seus clientes.

Tendo também um novo home broker, construído praticamente do zero e lançado recentemente para uso de seus clientes.

Salientando a missão da Rico de simplificar e descomplicar o universo dos investimentos.

A Rico Investimentos fornece recomendações dos melhores investimentos para o momento.

Melhores taxas: Na Rico Investimentos, você não paga nada para abrir nem para manter sua conta.

Ela também zerou a corretagem* para investimentos em ações, além de minicontratos, fundos imobiliários e alguns investimentos de renda fixa, que também tiveram a corretagem zerada no passado.

Esse movimento, ainda que tenha acontecido no final do ano, explica em boa parte o destaque da corretora nessa categoria.

Toro Investimentos

A Toro Investimentos foi fundada em 2010 como uma fintech de investimentos e educação financeira, ela foi autorizada pela Bolsa de Valores do Brasil, Banco Central do Brasil e pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) em 2017 a se tornar uma corretora de valores.

A Toro Investimentos é considerada por muitos a melhor opção para quem quer começar a investir dinheiro no mercado acionário.

Nessa corretora você investe na bolsa, renda Fixa e fundos sem a complexidade dos Home Brokers e sem pagar corretagem.

Recentemente ela adquirida pelo Grupo Santander, e por isso aumentou ainda mais sua credibilidade.

Seu maior diferencial, é que a sua corretagem é zero em todas as operações.

Sua plataforma é excelente e através do próprio site da Toro Investimentos, é possível saber quais são os os ativos mais buscados e negociados pelos clientes da plataforma.

Oferecendo aos futuros clientes uma base de por onde começar.

Comparativo entre as corretoras

XPRICOTORO
CorretagemR$ 2,90 DT, R$ 4,90 STTaxa zeroTaxa zero
Taxa de AberturaNãoNãoNão
Taxa de saque Não Não Não
AssessoriaAcima de R$50 mil aplicadoNãoNão

Como vimos, as corretoras são muito semelhantes.

A Rico e a Toro se destacam pela taxa de corretagem zero já a XP pela assessoria prestada.

Caso queira assessoria, talvez compense para você pagar um pouquinho na taxa de corretagem.

Conclusão

Independente de qual seja o seu perfil de investidor ou em qual investimento deseja aplicar o seu dinheiro, é muito importante que comece o quanto antes.

Afinal, com a inflação beirando os 9% ao ano, é melhor ter um rendimento mínimo do que deixar o dinheiro parado na conta.

Comece com pouco, diversifique seus investimentos e aporte mensalmente, fazendo assim você tem tudo para atingir ótimos resultados no longo prazo.

Aproveite para compartilhar nos comentários abaixo qual é o seu investimento preferido ou em qual deseja começar a aplicar?

Tenho um presente especial para você que leu até aqui!

As regras mudaram!

Como Viver de Internet em 2021?

Baixe o E-book GRATUITO e aprenda como ganhar dinheiro na internet a partir de hoje!

    Artigos Relacionados

    Deixe um comentário

    Este website utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.
    Aceitar e Fechar